RocknGirl Series: PJ Harvey

Ser apenas um forte ícone da música não é o suficiente pra artista homenageada pela gente da Saloon 33 na RocknGirl Series. Hoje tem música, composição, desenho, escultura, literatura, atuação e poesia: PJ Harvey, sua multitarefas linda!

O talento da PJ começou a aparecer para o mundo em 1988, quando ela entrou para uma banda local, a Automatic Dlamini, como vocalista, guitarrista e saxofonista. Depois disso, nos anos 90, ela se juntou a dois parceiros e o trio lançou dois álbuns, para mais tarde assumir as rédeas e seguir carreira solo.

Ela já lançou mais oito álbuns depois disso e levou dois prêmios Mercury Prize pra casa, sendo a única artista a conquistá-lo duas vezes. Fora isso, ela já foi indicada oito vezes para o Brit Awards, seis para o Grammy e outras duas ao Mercury, além de prêmios por sua contribuição à música com um MBE e títulos de Artista do Ano, Melhor Novo(a) Artista e Melhor Compositor(a). Loucura, hein, Polly?

Nos destaques da carreira da cantora, ela foi reconhecida pela maturidade e profundidade das letras que tratavam de temas intrínsecos das mulheres, como sexualidade feminina e a importância da autenticidade na indústria.

É isso aí, PJ, arrasa na individualidade e expressão, a gente ama. <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *